segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Brasil: um país onde "honestidade" é diferencial no currículo.

Parem o mundo, eu quero descer. Parem o mundo, pois está tudo de cabeça para baixo. A vida virou uma brincadeira sem graça onde todos podem burlar as regras e está tudo bem. Ser honesto é feio e andar na linha é para idiotas. O brasileiro tem bunda de aço. Só isso explica essa habilidade nata de gostar de levar chute na bunda. Seja do governo, seja de outros brasileiros.

Se você reclama da fila no supermercado, é tido como chato, estressado. Se você exige os R$0,05 de troco que o supermercado alega não ter, logo vem um te chamar de pão-duro. Só nessa pocilga chamada Brasil é normal você deixar dinheiro de graça para redes de supermercados, que faturam bilhões por ano. Faz um teste e experimenta tentar fazer uma compra faltando R$0,05.

Vivemos num país onde reclamar e exigir direitos é errado e feio. O normal é andar com o carro na contra-mão, ligar o pisca alerta e parar em fila dupla pra pegar o filho na escola, receber troco a mais e contar para os amigos como se deu bem.

Estar na moda é ter um Smartphone da última moda e recusar-se a pagar R$10,00 num software pois pagar por isso é coisa de otário. Roubar um biscoito num supermercado é feio, mas pagar um por fora pra ter mais canais na TV à cabo é perfeitamente aceitável.

O brasileiro só se "ofende" com o roubo tangível. Se eu puser as mãos num biscoito, é um roubo concreto. Mas roubar banda da operadora não é nada demais, afinal é algo que não pode ser "tocado". Assim como o sinal da TV à cabo. Esses mesmos paquidermes são os que reclamam no Twitter que a qualidade do serviço de banda larga é péssimo e bradam aos quatro ventos que são cidadãos honestos e que pagam impostos. Vocês são um bando de bundões, isso sim.

Não tenha vergonha de exigir os seus direitos. Cobre cada centavo do troco do supermercado. Se possível evite pagar em dinheiro, passe no débito, pois milhões são dados de graça por ano a essas redes e ficam DE GRAÇA para eles. Eles sequer repassam para os funcionários ou para instituições de caridade quaisquer.

Pare de ter vergonha de reclamar. É por esse pensamento conformista e relaxado que pequenas aberrações são vistas diariamente. Volte a se indignar com gente que não respeita leis de trânsito, estaciona errado, rouba vaga de deficientes no shopping ou toma o assento dos idosos no ônibus. Reclame em voz alta que está errado. A vergonha que o outro irá sentir será enorme. Pode não mudar o comportamento do idiota, mas fará você se sentir bem com seu dever cívico de cidadão.

Ser honesto não é algo que deva ser colocado no currículo. É como respirar, é o MÍNIMO que você deve fazer para viver bem em sociedade. Devolver uma carteira encontrada na rua não é notícia pra sair em jornal nem algo que você deva se orgulhar. É algo que devemos considerar PLENAMENTE NORMAL.

A eleição está aí e estamos batendo palmas para atitudes que deveriam ser corriqueiras. A culpa do estado deplorável que o país se encontra não é de projetos de gente que burlam as leis e cospem em cima da civilidade. A culpa é nossa, que não mais nos indignamos com essas coisas e ficamos calados, feito uns babacas, deixando nosso troco de graça pro Supermercado.

5 Comentários:

Caipira Zé Do Mér disse...

É engraçado que para dizer 'todo político é corrupto' o mundo todo aplaude, mas não tem um sequer para se perguntar a diferença entre um 'político corrupto' e um cara que pega nota fiscal com valor mais alto no posto para ter maior reembolso da empresa. Ou que compra sem nota para pagar mais barato, aí pode...

Abços

FranChico disse...

Concordo com tudo, só complemento, que antes de sair reclamando em voz alta tudo isso, melhor é estar atento para não errar...

Antes de se indignar alguém cometendo um delito, estar atento em cometer mais nenhum. Ex.: antes de reclamar de alguém errando no trânsito, tratemos de nos corrigir e não errar nunca mais.

Com certeza, entre outros passos para estar nesse caminho da honestidade, é sair do degrau chamado conformismo...

Mas antes de sair apontando o delito dos outros, devemos tratar de nos corrigir... Essa é na verdade a melhor maneira de corrigir o mundo ao redor: corrigir o mundo dentro de nós...

Essa inversão de valores é uma patologia e só pode ser curada aplicando o remédio em nós mesmos. Só depois teremos a suficiência moral para exigir dos demais.

Devemos não nos conformar é em primeiro lugar com o nosso comportamento... depois de atingir a retidão e integridade teremos como cobrar isso dos outros.

Queremos ver organização do governo? Impossível atingir isso ou cobrar isso enquanto não tiver uma vida plenamente organizada... arrume seu quarto e sua gaveta... Deixe de ser o hipócrita que o Marcel descreve e ai sim então, poderia exigir algo...

Mas quem realmente quer essas mudanças? Até aquelas que batem no peito clamando por mudanças, muitas dessas pessoas, é só da boca pra fora...

Para ter mudanças do lado fora, antes é necessário acontecer grandes mudanças dentro de nós.

Se o individuo é ladrão, roubando 5 centavos, 100 reais, roubando tv a cabo, furando fila... Nada mais óbvio que a massa seja composta por ladrões... Principalmente 'lá em cima'...

"A sociedade humana é a extensão do indivíduo. Se quisermos realmente uma mudança radical, se quisermos um mundo melhor, teremos de mudar individualmente, mudar dentro de nós mesmos, alterar dentro da nossa própria individualidade os abomináveis fatores que causam dor e miséria no mundo. A sociedade é a extensão do indivíduo. Se o indivíduo é cobiçoso, cruel, impiedoso, egoísta, etc., assim será a sociedade. É preciso ser sincero consigo mesmo. Cada um de nós está degenerado, logo a sociedade tem de estar degenerada inevitavelmente. O problema do mundo é o problema do indivíduo." Samael Aun Weor

Você quiz dizer tudo isso, apenas quis ressaltar!

Parabéns pela iniciativa!

Marcel, o negócio é engolir um dorflex, mastigar outro, insuflar mais um e deixar outro dissolvendo debaixo da língua.

Martins disse...

São esses que ficam putos quando são roubados mas se encontram um celular na rua logo tiram o chip pro dono não ligar, ou compram um mais barato de uma fonte "alternativa" e se acha a pessoa mais esperta do mundo.

crazyseawolf disse...

Não importa se a caixinha dada é de 5,00 ou de 5000000000,00. Se é para ter vantagens, para mim é corrupção do mesmo jeito. Antes de reclamar dos políticos, reveja as suas atitudes.
Belo texto, Marcel.

Eric disse...

Vale o mesmo até pras pessoas que dizemos que amamos. Povo fala de ladrão, falta de caráter e vergonha na cara quando fala-se de roubo e corrupção, mas quando o assunto é traição ninguém pensa nisso. É, inclusive, pior que nos casos anteriores porque a pessoa enganada não é nem uma pessoa desconhecida, é uma pessoa que o indivíduo diz que ama, mas ta faltando com o respeito da mesma forma.

Postar um comentário

Marcadores

2010 Adeus Aeroporto Agências Álbuns Ameaça American Idol Aposentadoria Apple Aprovação Argentina Artigos Assassinato Ateismo Ateísmo Avião Avó Balão BBB11 Beatles Bexiga Bicicleta Bike Blogs Bom Senso Brasil Bullying Cagar Regra Cancelamento Carnaval Carro Casamento Cerveja Chile Chris Medina Ciclovia Ciência Cissa Guimarães Clipe Coleções Comportamento Compra Coletiva Congestionamento Conselho Contos Controle Corinthians Cotidiano Crítica Crônica Danilo Gentili Decisão Democracia Desconto Desrespeito Detran Devassa Diagnóstico Dicas Dilma Dinheiro Discussão Divagando Diversos Dor de Cabeça Dorflex Ecochatos Ecologia Economia Educação Educação Financeira Eike Batista Eleição Emprego Enem Engarrafamento Entrevista Enxaqueca Esportes Estatísticas F1 Facepalm Falsa Dicotomia Felicidade Felipe Massa Felipe Neto Fenômeno Fernando Alonso Figurinhas Firework Fiuk Futebol Gay Gente que Hashtag Heartbrake Warfare Home Office Hora do Planeta Inception Inclusão Digital Inclusão Social Infância Internacional Internet iPad IR João Roberto Jogo de Equipe John Mayer Juliana Justin Bieber Katy Perry Kibe Lei Leis Listas Maria Cláudia Medicina Meme Mineradores Modinha Mulheres Mundial Música Natal Nordeste Old On-Line Opções Opinião Orgulho Verde Orkut Palmada Paula Peito Piada Poder de Escolha Política Politicamente Correto Poupança Preço Justo Rafael Mascarenhas Redes Sociais Reencontro Rehab Relacionamentos Religião Resgate Roberta Ronaldo Rotina Sabrina Sato Sandy São Paulo Sapatos Senado Separatismo Serra Sociedade SP Steve Jobs Sucesso Tecnologia TOP10 Trabalho Tráfego Trânsito Troll Twitter União Ventilador Vício Vida Vídeo Videogame Violência Zé Augusto

Arquivo do blog

Online

  ©Cadê meu Dorflex? - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo