quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Meus heróis morreram de overdose. E os meus inimigos, estão no Twitter.

Todo mundo acompanhou a comoção em torno do resgate dos mineradores (mineiro é quem nasce em Minas Gerais) no Chile após 69 dias dentro da mina (não podia perder o trocadilho). Como em qualquer outra ocasião que gere buzz, os doutos do Twitter começam a proferir todo tipo de comentário à respeito do tema.

Alguns apenas fazem piadas sem graça (eu incluso), outros procuram estudar como o resgate afeta o mercado imobiliário do Iraque. Ainda tem aqueles que ficam indiferentes. Mas tem os revolucionários de sofá, que como sempre metem o pau e criticam qualquer um que genuinamente se emocionou com o resgate dos sobreviventes.

Ao que parece, o Brasil vive num sistema de castas, sejam elas sócio/econômicas ou emocionais. É daí que termos como "orkutização" surgem. Eu mesmo já fiz mau-uso desse termo em outras oportunidades, simplesmente porque fui cego demais em enxergar que no fundo somos todos iguais mesmo com tantas diferenças.

Somos à favor da inclusão digital desde que a periferia não poste suas fotos no Orkut. Queremos que os pobres tenham computador desde que eles não baguncem a Internet ou abalem a Meritocracia do Twitter. Queremos que os mineradores chilenos sejam resgatados com vida mas não queremos que as pessoas se emocionem com isso, afinal, numa esquina bem próxima de casa há pessoas pobres que a gente finge que não vê, portanto perdemos o direito de nos emocionar com um acontecimento único.

Sim, o caso do Chile é único e acima de tudo uma lição, de como o país se uniu na esperança e nos esforços coletivos para tirar aqueles homens debaixo da terra. O ocorrido é sim emocionante e lágrimas podem e DEVEM ser derramadas em homenagem a esses verdadeiros sobreviventes. Se eles são heróis ou não, já são outros 500, afinal, nunca passei 69 dias a 700m abaixo da superfície e escapei com vida pra contar a história. Além do mais, cada um tem um conceito de herói diferente.

O que eu sei é que ao mesmo tempo em que sinto uma estranha alegria de ver que eles sobreviveram, sinto uma velha conhecida indiferença daqueles que muito falam e pouco fazem. Os verdadeiros heróis são aqueles que trabalham e fazem. São os que sobrevivem diariamente. Ou vá me dizer que você, reclamão de Twitter que ficou indignado com a comoção coletiva, estava diariamente orando pela salvação dos mineradores durante os 69 dias de angústia ou mesmo publicou isso no Twitter nas horas vagas entre um projeto social e uma distribuição de cestas básicas?

3 Comentários:

Renata Prado disse...

Meu tweet de ontem: http://twitter.com/#!/renatachecha/status/27270784871

Num contexto diferente claro, mas em suma quero dizer que eu concordo com vc. :)

Safira disse...

Ideologia... quero uma verdadeira pra sobreviver...
De acordo, ótimo texto

Luu disse...

Todos veem as coisas de maneira superficial e egoísta. Enquanto não abala o próprio mundo cor-de-rosa, não faz diferença nenhuma. Pois te digo, eles não são heróis, mas que me deixaram com lágrimas nos olhos, deixaram. Além deles, seus familiares, e até o presidente - que, acho eu, não estava lá só por votos- sentiu que era seu dever como ser humano dar apoio à todos.

Desisti de twitter, e meu orkut anda abandonado, por isso não vi o que anda rolando nesses sites, mas de acordo com você, as pessoas não se abalam mais com o que está fora do seu raio de 2 metros.
Eu escrevo além de tudo sobre amor, mas sempre tive consciência de mundo, e aprendi que tudo tem dois lados.

Abraços.

Postar um comentário

Marcadores

2010 Adeus Aeroporto Agências Álbuns Ameaça American Idol Aposentadoria Apple Aprovação Argentina Artigos Assassinato Ateismo Ateísmo Avião Avó Balão BBB11 Beatles Bexiga Bicicleta Bike Blogs Bom Senso Brasil Bullying Cagar Regra Cancelamento Carnaval Carro Casamento Cerveja Chile Chris Medina Ciclovia Ciência Cissa Guimarães Clipe Coleções Comportamento Compra Coletiva Congestionamento Conselho Contos Controle Corinthians Cotidiano Crítica Crônica Danilo Gentili Decisão Democracia Desconto Desrespeito Detran Devassa Diagnóstico Dicas Dilma Dinheiro Discussão Divagando Diversos Dor de Cabeça Dorflex Ecochatos Ecologia Economia Educação Educação Financeira Eike Batista Eleição Emprego Enem Engarrafamento Entrevista Enxaqueca Esportes Estatísticas F1 Facepalm Falsa Dicotomia Felicidade Felipe Massa Felipe Neto Fenômeno Fernando Alonso Figurinhas Firework Fiuk Futebol Gay Gente que Hashtag Heartbrake Warfare Home Office Hora do Planeta Inception Inclusão Digital Inclusão Social Infância Internacional Internet iPad IR João Roberto Jogo de Equipe John Mayer Juliana Justin Bieber Katy Perry Kibe Lei Leis Listas Maria Cláudia Medicina Meme Mineradores Modinha Mulheres Mundial Música Natal Nordeste Old On-Line Opções Opinião Orgulho Verde Orkut Palmada Paula Peito Piada Poder de Escolha Política Politicamente Correto Poupança Preço Justo Rafael Mascarenhas Redes Sociais Reencontro Rehab Relacionamentos Religião Resgate Roberta Ronaldo Rotina Sabrina Sato Sandy São Paulo Sapatos Senado Separatismo Serra Sociedade SP Steve Jobs Sucesso Tecnologia TOP10 Trabalho Tráfego Trânsito Troll Twitter União Ventilador Vício Vida Vídeo Videogame Violência Zé Augusto

Arquivo do blog

Online

  ©Cadê meu Dorflex? - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo