quarta-feira, 21 de julho de 2010

Eu sou do povo, eu sou um Zé Ninguém

Gostando você ou não, a partir do momento em que se envolve com redes sociais, não só a sua privacidade é de certa forma invadida, como você mesmo se expõe até sem perceber. Um pequeno detalhe, uma foto, um comentário e pronto, detalhes que dizem respeito apenas a você, sua família e amigos caem em domínio público.

A velocidade da Internet para espalhar conteúdo e produzir lixo é a mesma com que suas informações são repassadas de mão em mão, muitas vezes em mãos de pessoas que você não gostaria que chegassem. Porque a Internet é uma terra de ninguém e ninguém quer ser dono de terra na Internet.

Um talento que muitas pessoas parecem ter no mundo real é o de fazer julgamentos. Todo mundo conhece alguém que acha que num piscar de olhos ou em 10 minutos de conversa conhece uma determinada pessoa. Como se pra você conhecer alguém bastasse uma cervejinha ou pior, como se fossem NÓS quem definíssemos o caráter DOS OUTROS.

E aí é onde a Internet mostra a parte mais árida de suas terras sem dono: tá na Internet é pra ser julgado e qualquer um pode julgar na Internet. Se a Internet é um Puteiro, o Twitter é o SAC. Todas as reclamações do mundo chegam por ali e você é obrigado a aceitar, ouvir, engolir, tudo na mais perfeita paz e mantendo a pose.

Quando se tem um certo número de seguidores no Twitter, grande parte das pessoas assumem que necessariamente você é metido, idiota, boçal, pseudo-qualquer-coisa, e demais 'elogios' adjacentes. Não passa em nenhum momento da cabeça deles que:

1) Você não está ali pra amealhar milhares de seguidores;
2) Você não é metido a nada, apenas quer trocar idéias, informações, fazer rir e rir junto;
3) Você quer conhecer gente inteligente, até mais inteligente do que você;
4) Você quer se aproximar de pessoas que você admira;
5) Você está CAGANDO E ANDANDO pro que essas pessoas que te xingam estão pensando de você;

O que as pessoas precisam entender é que o ídolo não se coloca num pedestal. Quem transforma as pessoas num bibelô de cristal são os fãs. Quem me segue, me segue porque gosta de mim, porque acha o que eu escrevo engraçado e porque é fã de piadas muito ruins. Eu não sou ídolo, não sou famoso, não sou celebridade, não sou rico, não sou pseudo-sei-lá-o-quê. Sou um cara normal e muito tranquilo. Se alguém em algum momento tenta me por em algum pedestal eu agradeço educadamente e desço na mesma hora.

Eu não estou na Internet ou no Twitter pra ser julgado, pois não sou réu de nenhuma acusação. O único crime que eu cometi foi dar atenção a gente idiota e desocupada que nem sequer sabe o meu sobrenome, me julga como ruim em diversas coisas que eu sequer pratico e insiste em me xingar de certos adjetivos que na verdade são coisas das quais eu me orgulho.

Portanto, não adianta eu me incomodar com isso. Centenas de pessoas chatas me odeiam (?) e não sabem quem eu sou. Nesse caso eu saio em vantagem numérica, pois tenho não apenas um, mas um montão de chatos pra não saber quem são.

4 Comentários:

Fernando disse...

É o brasileiro, sempre acreditando que a novela é mais real que a realidade.

Ed disse...

É a "incruzão dijitau", amigo.

Uma porção de gente ignorante (não confundir com pessoa sem estudos, porque conheço pessoas que estudaram até a 4ª série e são super educadas). Não entendem piadas, ironias, LEIÃO's, etc. São pessoas chatas na vida real, e (por causa disso) não tem amigos, daí sem ter o que fazer, passam o dia inteiro na lan house, enchendo a paciência de pessoas que tentam ser bacanas, engraçadas, inteligentes.

Lembrando que no Brasil também é proibido ter opinião (mas também é proibido seguir modinha, é ser paga-pau).

A internet é a casa dos donos da razão. Todo mundo possui sua própria verdade e acha que os outros devem concordar com ele. Triste.

Não se ofenda com esse tipo de coisa.

Ana C. disse...

Cada dia que passa eu vejo um número enorme de pessoas ignorantes aparecendo na internet.Eu já sofri isso também lá no meu vlog e blog.As pessoas adoram julgar as coisas! ._. e na maioria das vezes elas não possuem argumentos para te criticar,apenas ofendem \o

Alan disse...

"Vida louca, vidaaaaa vida breve" Cazuza

Postar um comentário

Marcadores

2010 Adeus Aeroporto Agências Álbuns Ameaça American Idol Aposentadoria Apple Aprovação Argentina Artigos Assassinato Ateismo Ateísmo Avião Avó Balão BBB11 Beatles Bexiga Bicicleta Bike Blogs Bom Senso Brasil Bullying Cagar Regra Cancelamento Carnaval Carro Casamento Cerveja Chile Chris Medina Ciclovia Ciência Cissa Guimarães Clipe Coleções Comportamento Compra Coletiva Congestionamento Conselho Contos Controle Corinthians Cotidiano Crítica Crônica Danilo Gentili Decisão Democracia Desconto Desrespeito Detran Devassa Diagnóstico Dicas Dilma Dinheiro Discussão Divagando Diversos Dor de Cabeça Dorflex Ecochatos Ecologia Economia Educação Educação Financeira Eike Batista Eleição Emprego Enem Engarrafamento Entrevista Enxaqueca Esportes Estatísticas F1 Facepalm Falsa Dicotomia Felicidade Felipe Massa Felipe Neto Fenômeno Fernando Alonso Figurinhas Firework Fiuk Futebol Gay Gente que Hashtag Heartbrake Warfare Home Office Hora do Planeta Inception Inclusão Digital Inclusão Social Infância Internacional Internet iPad IR João Roberto Jogo de Equipe John Mayer Juliana Justin Bieber Katy Perry Kibe Lei Leis Listas Maria Cláudia Medicina Meme Mineradores Modinha Mulheres Mundial Música Natal Nordeste Old On-Line Opções Opinião Orgulho Verde Orkut Palmada Paula Peito Piada Poder de Escolha Política Politicamente Correto Poupança Preço Justo Rafael Mascarenhas Redes Sociais Reencontro Rehab Relacionamentos Religião Resgate Roberta Ronaldo Rotina Sabrina Sato Sandy São Paulo Sapatos Senado Separatismo Serra Sociedade SP Steve Jobs Sucesso Tecnologia TOP10 Trabalho Tráfego Trânsito Troll Twitter União Ventilador Vício Vida Vídeo Videogame Violência Zé Augusto

Arquivo do blog

Online

  ©Cadê meu Dorflex? - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo