quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Você é quem você come.

Afinal, o que querem as mulheres? é o nome de uma nova minissérie da Globo. Mas sendo mais abrangente: o que querem as pessoas? Eu respondo: as pessoas querem ser infelizes. Basicamente porque NINGUÉM sabe o que quer. Duvida?

O que as mulheres esperam de um homem? Deixando de lado os fatores biológicos que por mais que elas neguem são verdadeiros (homens mais fortes, mais altos, aquele lance todo do acasalamento e reprodução), o que elas esperam dos homens? Elas querem um cara romântico, que abra portas e puxe cadeiras. Que mande SMS de manhã cedinho. Que diga "Te amo". Querem? Caras românticos são chamados de grudentos e melosos. SMS de manhã cedinho é coisa de filho da puta que não tem costume e acorda quem estava dormindo. Dizer eu te amo então? Elas correm como o diabo foge da cruz, afinal o sujeito é apressadinho, quer coisa séria, etc e tal.

Ah, mas mulher gosta é de homem canalha, isso sim. O cara que tem um bom papo, tem a tal da 'pegada'. Amigas, se o homem não tem os dois pés amputados, ele tem pegada. Esse é o sujeito que vai lhe trair, é o cara que não vai ligar no dia seguinte, é o cara que só quer lhe comer, é o cara pelo qual você vai chorar sangue durante anos e fazer você atrasar toda a sua vida pra nada.

E os homens? Farinha do mesmo saco. Querem uma mulher inteligente, que pouco depois passam a chamar de metida porque ela é mais esperta que ele. Querem uma mulher bonita, que se veste de forma atraente e passam a chamar de puta. Querem uma mulher certinha, 'pra casar' e reclamam que a moça é chata, falta ousadia. Querem uma mulher 'experimentada', 'esperta' e depois que comem saem contando pros amigos que a menina faz barba, cabelo e bigode.

Acordem pra vida. Ser atencioso é muito diferente de ser grudento. Ser canalha não é sinônimo de trepar bem, o cara pode ser um senhor filho da puta e meter mal. Ser certinha, pra casar, não quer dizer que a menina ande com vestido até o tornozelo e só sirva pra lavar suas cuecas. Mulher inteligente, mesmo que seja mais do que você, é ÓTIMO, pois você vai se nivelar por cima.

As pessoas querem ser INFELIZES. Porque ninguém sabe o que quer. Vejo gente se 'apaixonando' pela INTERNET por pessoas que estão a 28 anos-luz de distância e ao invés de pegarem a porra de um avião ou pedalarem até a casa do [content supressed], dizem que a vida é injusta. A vida NÃO É INJUSTA. Você é que é exigente demais, preguiçoso demais, insatisfeito demais. Você tem exatamente o que você merece.

Agora escolha se quer ficar aí, culpando os outros e responsabilizando fatores aleatórios do universo pela sua infelicidade ou se quer realmente fazer alguma coisa por você e por outra pessoa.

10 Comentários:

Little Suzi disse...

Ai caramba, tapa na cara!

Leo Carvalho disse...

Hahaha... pura verdade.
Me vejo no caso de morar a 28 anos luz de distância. Cansei de reclamar que a vida era injusta, pedi as contas no trabalho e 'simandei' pra São Paulo.
Simples assim. Ou nem tanto pra quem não tem coragem de tirar a bunda do comodismo de achar que é mais fácil justificar que o mundo conspira contra ele(a) do que tentar nadar contra a corrente só pra ver se dá...

Tula Verusca disse...

XIIIIIIIIIIII
Você ficou traumatizado antes de casar, meu caro!!!

Homem bonzinho é sim um saco.... Nenhuma mulher que um homem pangol.

Esse tipo de homem acaba sendo fisgado pelas santinhas do pau oco, que acabam enganando os coitados e casam!

O Tipo que eu quero (digo eu por que não posso falar por todas) é um HOMEM .. aquele cara que quando a merda acontece vai ao seu socorro. Que te protege quando tem alguém te olhando feio.
Que tem palavra, que é integro, preferencialmente potente (pq se não sabe trepar a gente ensina).

Que não pinte as unhas é importante, nem que demore mais que eu para se arrumar.

Acho que isso é o mais importante, o resto a gente dá um jeito de se adaptar.

TS disse...

Bem escrito, mas sem futuro.

Explicar o inexplicável é possível, mas colocar uma solução em prática é impraticável.

Ops, estou sendo repetitivo...

Não tem problema, afinal esta briga de sexos perdura, século após século, desde que o Sr. Adão se desentendeu com dona Eva.

Áurea Souto disse...

CLAP CLAP CLAP pra você! E com louvor...

Tenho um namorado há seis anos, que não se encaixa em nenhum desses clichês de bonzinho, machão, whatever... na verdade, talvez seja mistura de um pouco de cada, assim como eu.

Talvez, por isso esteja dando certo por todo esse tempo.

giselaine alves ♫ disse...

Não tem muito fundamento se basear em clichês. :x

Não adianta falar que tudo é igual se tudo pode ser diferente depois. *-* Depende de quem é e da hora que é e do gosto de quem quer. Não adianta generalizar. :]

:3

MagusDiablo disse...

Caraca, excelente post. E concordo com você em diversos pontos. O ser humano parece que gosta de sofrer mesmo hahaha

André Luiz disse...

Ela não está generalizando! Esse texto se encaixa as pessoas as quais se dizem infelizes, mas não se permitem ter a felicidade. Pessoas que querem namorar e quando namoram dizem que não era isso que queriam! Que querem ter alguém ao lado e quando tem não dá valor! Que quer ser amada, mas não se permitir receber este amor.
O texto é bem específico e explícito a quem se direciona! Saiba interpretar.

"Depende de quem é e da hora que é e do gosto de quem quer." Depende da sua permissão em se permitir, em deixar acontecer, em dar oportunidade, abrir portas. Esse pensamento é clichê e subjetividade do indivíduo pura que leva ao pensamento egocêntrico.

Aline Zanin disse...

Concordo com o que você disse. Acho que essa insatisfação e não saber o que querer é na verdade um excesso de macanicidade em rotular as pessoas em estereótipos: o "bonzinho", "o canalha" de um lado e a falta de equilíbrio por outro. Nem todo mundo consegue "fazer/ser" várias coisas ao mesmo tempo. Acham que por terem atitudes "contraditórias" anularia sua personalidade, quando na verdade isso só traria mais "flexibilidade" pra vida delas e mais satisfação. Além disso, ser contraditório é intrínseco do ser humano e essas tais de "contradições" são "contradições" porque alguem rotulou os malditos padrões de comportamento estereotipados. Enfim, as pessoas são muito exigentes, tem preguiça de realmente conhecer as pessoas para saber se elas são mais do que aquela imagem que pode ser associada a um esteriótipo, e outras, infelizmente, são realmente um esteriótipo. Eu não busco nem um, nem outro...

Lilian Palhares disse...

É o que sempre digo aos meus amigos e amigas!
Nós somos responsáveis por buscar o que nos agrada e não esperar que caia do céu.

"A vida NÃO É INJUSTA. Você é que é exigente demais, preguiçoso demais, insatisfeito demais. Você tem exatamente o que você merece.

Agora escolha se quer ficar aí, culpando os outros e responsabilizando fatores aleatórios do universo pela sua infelicidade ou se quer realmente fazer alguma coisa por você e por outra pessoa."

Postar um comentário

Marcadores

2010 Adeus Aeroporto Agências Álbuns Ameaça American Idol Aposentadoria Apple Aprovação Argentina Artigos Assassinato Ateismo Ateísmo Avião Avó Balão BBB11 Beatles Bexiga Bicicleta Bike Blogs Bom Senso Brasil Bullying Cagar Regra Cancelamento Carnaval Carro Casamento Cerveja Chile Chris Medina Ciclovia Ciência Cissa Guimarães Clipe Coleções Comportamento Compra Coletiva Congestionamento Conselho Contos Controle Corinthians Cotidiano Crítica Crônica Danilo Gentili Decisão Democracia Desconto Desrespeito Detran Devassa Diagnóstico Dicas Dilma Dinheiro Discussão Divagando Diversos Dor de Cabeça Dorflex Ecochatos Ecologia Economia Educação Educação Financeira Eike Batista Eleição Emprego Enem Engarrafamento Entrevista Enxaqueca Esportes Estatísticas F1 Facepalm Falsa Dicotomia Felicidade Felipe Massa Felipe Neto Fenômeno Fernando Alonso Figurinhas Firework Fiuk Futebol Gay Gente que Hashtag Heartbrake Warfare Home Office Hora do Planeta Inception Inclusão Digital Inclusão Social Infância Internacional Internet iPad IR João Roberto Jogo de Equipe John Mayer Juliana Justin Bieber Katy Perry Kibe Lei Leis Listas Maria Cláudia Medicina Meme Mineradores Modinha Mulheres Mundial Música Natal Nordeste Old On-Line Opções Opinião Orgulho Verde Orkut Palmada Paula Peito Piada Poder de Escolha Política Politicamente Correto Poupança Preço Justo Rafael Mascarenhas Redes Sociais Reencontro Rehab Relacionamentos Religião Resgate Roberta Ronaldo Rotina Sabrina Sato Sandy São Paulo Sapatos Senado Separatismo Serra Sociedade SP Steve Jobs Sucesso Tecnologia TOP10 Trabalho Tráfego Trânsito Troll Twitter União Ventilador Vício Vida Vídeo Videogame Violência Zé Augusto

Arquivo do blog

Online

  ©Cadê meu Dorflex? - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo