quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Beatles é coisa de babaca.

É impressionante, pra não dizer frustrante, a forma como é fácil de certa forma manipular a mente das pessoas, principalmente usuários de Internet que adoram ler o título do post e ir correndo para os comentários xingar muito.


A vontade de ter razão é gigantesca, mas não supera a vontade de provar que o outro está errado. Mais ou menos assim: não importa o fato de eu não saber a grafia correta da palavra, mas não é desse jeito aí que você escreveu, tá ligado?

Dito isso, hoje resolvi fazer um simples exercício. Todos sabem no Twitter, ao menos quem me segue há algum tempo que eu não gosto de Beatles. Mas eu não ODEIO os Beatles, entenda. Eu só não gosto, como você não gosta, sei lá, de quiabo. Não tenho nada contra quem goste. E até reconheço o imenso valor histórico que a banda tem em todo o contexto musical.

O experimento consistia em dizer frases simples, porém com duplo sentido, mas que de forma literal estão absolutamente corretas, pra ver o quão ávidas as pessoas ficariam por me xingar antes mesmo de tentar interpretar o que estava escrito. As frases foram:

- Os Beatles não serviriam para roadies do The Killers;
- Eu não pagaria 10 estalecas num CD dos Beatles;
- Só compra CD dos Beatles quem tem dinheiro sobrando.

Esqueça que você é fã do Rest... digo, Beatles por um momento e analise as frases de forma literal:

1) Beatles não serviriam pra roadies do The Killers porque eles são músicos, não são roadies. Eles não saberiam fazer o trabalho de roadies nem teriam físico pra isso, já que eram bem franzinos. Portanto, eles não serviriam pro trabalho, porque... não são roadies;

2) Eu não pagaria 10 estalecas num CD dos Beatles. Você conhece algume stabelecimento que receba estalecas como pagamento com exceção do Big Brother?

3) Só compra CD dos Beatles quem tem dinheiro sobrando. Mas é claro, como é possível comprar um CD sem ter dinheiro/crédito? Lojas não ligam pra matemática, se você chegar com uma cédula de -27 reais você levará no máximo um cascudo.

E como era esperado choveram comentários do tipo "vou te dar unfollow, seu imbecil" ou "você tem um gosto musical nojento" (o sujeito nem sabe do que eu gosto e falou isso) ou "seu babaca".

No fundo, tudo o que eu fiz foi dominar a mente do sujeito, fazendo uma espécie de inception. Desde o começo eu queria que ele ficasse puto comigo e utilizei um artifício ridículamente simples pra isso. Digo, parcialmente, porque se ele raciocinasse por 2 segundos e lesse a frase com calma ia perceber o sentido implícito.

Isso é uma dica não só pra internet, mas pra vida. Guarde sua revolta e sua ânsia por ter razão pra você mesmo, porque isso ainda pode lhe fuder muito por aí, principalmente no seu ambiente de trabalho, além de ser chato pra cacete.

P.S.: se você leu o título e ficou putinho, saiu correndo pros comentários ou xingou muito no Twitter, saiba que sua mente me pertence.

34 Comentários:

..:: ACHOCOLATADO DE MORANGO :::... disse...

Genial! sou fã de Beatles, quando li o título falei, não é possível, mas como o habitual falei antes de falar mal vou ler pra ver o argumento, se for coerente, fico na minha. Parabéns pelo post.

MagusDiablo disse...

Adoro esses posts polêmicos. Quero ver os comentários depois hahaha!

By the way, concordo contigo quanto aos Beatles. Só não acho que eles fizeram a revolução que os fãs fanáticos (redundância isso?) proclamam. Acho que o Pink Floyd foi muito mais do que eles.

Mas enfim, vamos ver o que vai rolar aqui =D

G o y o disse...

Interessante esse post,o pior de tudo é que realmente acontece das pessoas ficarem estressadas sem mesmo interpretar as coisas.

Richard disse...

SEU FDP, EU ADORU BITOUS E VC É UM MERDA!

Resenha, Marcel. Adoro Beatles, mas se você não gosta não posso impor o meu gosto.

Fausto disse...

Marcel meu brother... Adorei seu post!
Sabe, gostaria da oportunidade de falar também: Não ODEIO os Beatles, mas pra mim a banda é uma como outra qualquer... Musicos? Sim! Fenomenais? Nunca foram...

Parabéns!

Thiago disse...

Nada contra o texto, concordo com tudo... só... porra para com essa coisa de Inception, virou moda essa porra de "botar uma idéia na cabeça dos outros sem eles notarem".

Vitor de Araújo disse...

Troller dos inferno.
UHEAUHEHAUEAHEUAHUEHAUHEUAHEA
Bom texto, aliás.

Anselmo disse...

E isso te faz feliz?

Weslley disse...

pois é, falar q não gosta de beatles é um absurdo.
sempre que falo q o som deles não agrada ao meu ouvido sou criticado, xingado e recebo olhares tortos como se fosse um aliem. mais que culpa eu tenho se os meus ouvidos não são como o da maioria das pessoas!?

Alberis Luís disse...

pra quê tudo isso? #aff

Áurea Souto disse...

Prevejo RAGE infinita nos comentários. Hehehe.

Pior não são as pessoas que cultivam ódio eterno por alguém que não conhecem por ter criticado algo que elas gostam, mas as que xingam muito simplesmente por não saberem fazer interpretação de texto.

O Twitter me surpreende nesse sentido. Parece que todos os sem noção do mundo se reúnem por lá.

Depois volto aqui pra ver as pessoas perdendo a razão e o bom senso por causa de um simples comentário.

LULZ

Áurea Souto disse...

A propósito, faltou dizer que eles foram a 1a boyband que existiu. Talvez, essa seja a revolução de que tanto falam. #trollface

O Cécil disse...

Muito foda seu post. Não conhecia seu Blog e agora vou inserir com mais atenção.
Parabéns.

Gleds disse...

@MagusDiablo

Sorry, bro. Tudo o que você ouvir de rock depois dos Beatles (e isso inclui muita coisa do Pink Floyd também) tem influência deles em, no máximo, 3º grau.

Ou seja, aquela banda que você tanto gosta tem influência de uma banda que foi influenciada por uma banda que tem influência dos Beatles.

Sim, eles revolucionaram a música tanto assim.

Quanto ao texto, perfeito. Leitor de título é a coisa mais escrota que tem.

Dorot disse...

eu tb não gosto, nem do Roberto Carlos...mas sim do Cauby Peixoto...

luig13xpression disse...

Como sempre, Marcel surpreendendo.
E também não gosto dos Beatles, eles foram a primeira boyband, tataravós do Restart.
Qualidade musical,à época, os Rolling Stones tinham muito mais. Mas não os odeio e, assim como você, reconheço a importância deles para a música em geral.
Ah, sim, não se esqueça de que não pode se gostar dos Beatles e dos Rolling Stones ao mesmo tempo.

Anderson TS disse...

A questão é que 99% das pessoas que te xingaram não o fariam na "vida real".

Vc - Ah, não dou um centavo num CD dos Beatles.
Eles - OK face.

A internet é um antro de pessoas que só são capazes de praticar certas ações no conforto do seu teclado.

Dani disse...

Entendi o sentido do post e concordo, mas quanto aos Beatles em questão, só digo uma coisa: claro que ninguém é obrigado a gostar, mas essas pessoinhas que dizem que eles foram a primeira boys band certamente não conhecem nada além de Twist and Shout, pois se escutassem o White album entenderiam o porquÊ deles serem considerados revolucionários. Ou seja, assim como os trolls que correm para os comentários sem ler o post todo, essas pessoas criticam sem ter domínio do assunto.

Anônimo disse...

Achei interessante seu experimento. Claro que não leva em conta que somente um psicótico faria uma interpretação tão literal como a que estava 'oculta', mas achei interessante a bola do sentido e referência ser levantada (veja Frege, Tarski ou ainda Wittgenstein).
Claro que se o objetivo é só trollar, feito!

Eduardo Kasper disse...

"A vontade de ter razão é gigantesca, mas não supera a vontade de provar que o outro está errado.". Frase completamente perfeita.

Vitor Luiz Rubio disse...

Cara, achei muito interessante isso. Você "implantou" um comportamento mexendo com as paixões das pessoas.

Agora como você faria uma para desencadear uma reação contrárias das pessoas? Você deixou várias "putinhas" por fazer um post trollagem falando mal de beatles. E se você falasse bem de alguma coisa esperando que todos falem mal, funciona? Ou mover todos em uma determinada "direção". Interessante isso.

Eu gosto de beatles, mas não sou fanático. Se estiver tocando beleza. Mas sei que eles influenciaram e ainda vem influenciando os músicos desde aquela época, em cascata. Muito, mas muito musico mesmo deve ter uma "pitada" de beatles.

Juliana Trinci disse...

Marcel...
Daqui a poouco você estará dominando o Mundo! Hhaha

Esc disse...

Divertido e como sempre com base nas razões.
Bem legal e como de costume gosta de testar a capacidade humana de não ler ou de ler até onde acha que esta bom.

Marta disse...

Oquei, você aprendeu direitinho a ser troll com o Nobre. Você sabe disso. Use com sabedoria. ;)

Zói disse...

você é uma das mentes mais geniais do twitter. sem puxação de saco.

Áurea Souto disse...

Essa coisa de inception é muito fácil de ser feita...

Veja, falo boy band e a pessoa já imagina os caras fazendo coreografia e coraçãozinho com a mão, daí argumenta: "ah vc não conhece o trabalho deles, só uma música, no cd tal é q são revolucionários", mas, no fim, o que é uma boy band senão uma "banda de garotos"?

Jogar com a mente das pessoas é moleza...

Kel - TPMulheres.net disse...

O que mais tem são pessoas que gostam de interpretar um texto, ou uma frase no caso do twitter, como melhor lhe convém e, principalmente, pessoas que adorar praticar a leitura dinâmica: leem o primeiro paragrafo, pula o desenvolvimento e os argumentos do assunto, e vão direto para os comentário xingar muito.

Me dá preguiça até!

Em relação aos Beatles: sou fã, tenho meus surtos de passar o dia INTEIRO só ouvindo Beatles, mas concordo com alguem aí em cima que disse "nada extraordinário, só uma banda"

Anga Mazle disse...

Gosto dos Beatles, porém mais ainda do direito que as pessoas têm de não gostar de seja lá o que ou quem for - com exceção de mim, claro, pois esse é o pior dos defeitos que alguém possa ter...

Gosto também, e muito, do seu estilo provocativo. Provocar é uma atitude bem mais elevada que, por exemplo, aplaudir ou passar a mão na cabeça.

Refletindo Moda disse...

RINGO, GEORGE, JOHN E PAUL! =)

ótimo texto hahahaha

Tricy disse...

foe bom manolo
No titulo eu penseii '' esse loko ta brincando,soh pode''
ma ta certo...

Nana disse...

Mas o povo gosta mesmo é de um barraco. Pode ser a besteira que for.

Se um disser "é banana", vem o outro e diz "não, é alface, seu trouxa". :P

Renata Checha disse...

Eu não acho que ninguém tem o direito de reagir agressivamente a nada. Mas também não concordo com a "experiência". Acho que nem pessoas muito inteligentes enxergariam a obviedade das suas frases. Nem tudo que é dito é literal, e ninguém gosta de ser ofendido em seus gostos. Por exemplo, eu detesto Justin Bieber, e não veria o filme dele, mas quem sou eu pra julgar as pessoas que gostam? São adolescentes, que gostam de um cantor que a meu ver não passa nenhum valor negativo adiante (assim como na minha época eu fui ver Spice World no cinema, que mta gt considerava ridículo). Prefiro me abster de críticas. Quem quer vai, quem não quer não vai. Eu gosto de Beatles, e se vc dissesse uma dessas frases pra mim eu responderia: Pq vc tá me dizendo isso se vc sabe que eu gosto? Podemos gostar e não gostar individualmente e com respeito?

Resumindo, não gosto de ver respostas de ódio, mas também não gosto de ver provocação e implicância gratuitas. Acho que num mundo melhor, cada um gosta do que quiser e guarda pra si mesmo, no máximo compartilha com pessoas de gosto comum.

Postar um comentário

Marcadores

2010 Adeus Aeroporto Agências Álbuns Ameaça American Idol Aposentadoria Apple Aprovação Argentina Artigos Assassinato Ateismo Ateísmo Avião Avó Balão BBB11 Beatles Bexiga Bicicleta Bike Blogs Bom Senso Brasil Bullying Cagar Regra Cancelamento Carnaval Carro Casamento Cerveja Chile Chris Medina Ciclovia Ciência Cissa Guimarães Clipe Coleções Comportamento Compra Coletiva Congestionamento Conselho Contos Controle Corinthians Cotidiano Crítica Crônica Danilo Gentili Decisão Democracia Desconto Desrespeito Detran Devassa Diagnóstico Dicas Dilma Dinheiro Discussão Divagando Diversos Dor de Cabeça Dorflex Ecochatos Ecologia Economia Educação Educação Financeira Eike Batista Eleição Emprego Enem Engarrafamento Entrevista Enxaqueca Esportes Estatísticas F1 Facepalm Falsa Dicotomia Felicidade Felipe Massa Felipe Neto Fenômeno Fernando Alonso Figurinhas Firework Fiuk Futebol Gay Gente que Hashtag Heartbrake Warfare Home Office Hora do Planeta Inception Inclusão Digital Inclusão Social Infância Internacional Internet iPad IR João Roberto Jogo de Equipe John Mayer Juliana Justin Bieber Katy Perry Kibe Lei Leis Listas Maria Cláudia Medicina Meme Mineradores Modinha Mulheres Mundial Música Natal Nordeste Old On-Line Opções Opinião Orgulho Verde Orkut Palmada Paula Peito Piada Poder de Escolha Política Politicamente Correto Poupança Preço Justo Rafael Mascarenhas Redes Sociais Reencontro Rehab Relacionamentos Religião Resgate Roberta Ronaldo Rotina Sabrina Sato Sandy São Paulo Sapatos Senado Separatismo Serra Sociedade SP Steve Jobs Sucesso Tecnologia TOP10 Trabalho Tráfego Trânsito Troll Twitter União Ventilador Vício Vida Vídeo Videogame Violência Zé Augusto

Arquivo do blog

Online

  ©Cadê meu Dorflex? - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo