quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

Calma, era brinks, você não entende ironia?

A Internet é uma casa muito engraçada, sem teto, sem nada, mas todo mundo pode entrar. Gente idiota sempre houve e sempre haverá em todos os cantos, em quantidades muito acima do que recomendam as doses homeopáticas. Está mais próximo da overdose mesmo.


O termo troll já é bem conhecido de quem passa algumas horas por dia na Internet. Basicamente pode ser traduzido como escória, apesar de não ser bem assim. Os trolls sempre foram chatos, mas a coisa degringolou.

A questão é que os "causadores" da Internet possuem um conjunto de regras próprio. Eles criam um mundo onde eles são os presidentes e você deve se adaptar as leis deles. Caso você não ande na linha, ou seja, caso você não os adule, não ache tudo o que eles falam/fazem genial ou não entrem em suas brincadeiras, automaticamente você é uma pessoa que se leva a sério demais.

Eu não sei quando ficou definido que a Internet é um playground de imberbes. Por isso não entendo como é que virou lei esse lance de não poder levar a Internet a sério. Imagine se Mark Zuckerberg não levasse a Internet a sério? Ou se não se levasse a sério? Vá dizer ao Bill Gates ou ao Steve Jobs pra não levar a Internet a sério, ou como os chatos gostam de dizer "SERIOUS BUSINESS". "Ah, mas eles são bilionários, você é um Zé Ninguém". Opa, certíssimo, mas isso é mais um motivo pra eu levar algo que me rende uns caraminguás a sério, não acha? Afinal, se meu dinheiro não está sobrando eu não posso desprezar nenhuma fonte de renda.

Os chatos reclamam que agora é moda chamar de troll qualquer um que discorde de você. Eu passei a chamar de troll qualquer um que discorde de mim no dia em que quem discorda de mim passou a chamar de "discordar" o ato de xingar ou ofender gratuitamente. Os chatos acham que podem zonear a parada toda e fica tudo por isso mesmo. Imagine você chegar no meio de uma cirurgia e ficar zoando o médico? Que tal esconder o bisturi ou injetar a anestesia na enfermeira? "Não dá pra comparar o trabalho de um médico com quem trabalha com Internet". Puxa vida, além de chato o sujeito é preconceituoso.

Então funciona assim: os chatos criam as próprias leis, você não as segue e é punido por eles mesmos. Assim até eu queria. O fato é: passarinho que não dorme de cabeça pra baixo, não anda com morcego. No dia que um mais esquentadinho chegar no seu emprego "só de zua" e de "brinks", você não vai ter o block à sua disposição.

2 Comentários:

Letícia Losekann Coelho disse...

A internet é a nova babá eletrônica dos pais muito ocupados.
Deveria existir algum tipo de psicotécnico para entrar nas redes sociais, é complicado ler tanta porcaria que alguns escrevem para "causar". Pior que nem causar conseguem, no máximo mostram sua mentalidade tacanha.

Eudo Araújo Jr. disse...

Ora, ficou definido que a internet era playground quando um bando de gente sem noção ganhou acesso a computador. Hoje em dia qualquer pessoa pode usar a internet, o que é muito bom por um lado, mas traz muita (e muita mesmo) trollagem. Dificilmente quem usa internet lembra que tá lidando com pessoas, e que internet não é terra de ninguém.

Postar um comentário

Marcadores

2010 Adeus Aeroporto Agências Álbuns Ameaça American Idol Aposentadoria Apple Aprovação Argentina Artigos Assassinato Ateismo Ateísmo Avião Avó Balão BBB11 Beatles Bexiga Bicicleta Bike Blogs Bom Senso Brasil Bullying Cagar Regra Cancelamento Carnaval Carro Casamento Cerveja Chile Chris Medina Ciclovia Ciência Cissa Guimarães Clipe Coleções Comportamento Compra Coletiva Congestionamento Conselho Contos Controle Corinthians Cotidiano Crítica Crônica Danilo Gentili Decisão Democracia Desconto Desrespeito Detran Devassa Diagnóstico Dicas Dilma Dinheiro Discussão Divagando Diversos Dor de Cabeça Dorflex Ecochatos Ecologia Economia Educação Educação Financeira Eike Batista Eleição Emprego Enem Engarrafamento Entrevista Enxaqueca Esportes Estatísticas F1 Facepalm Falsa Dicotomia Felicidade Felipe Massa Felipe Neto Fenômeno Fernando Alonso Figurinhas Firework Fiuk Futebol Gay Gente que Hashtag Heartbrake Warfare Home Office Hora do Planeta Inception Inclusão Digital Inclusão Social Infância Internacional Internet iPad IR João Roberto Jogo de Equipe John Mayer Juliana Justin Bieber Katy Perry Kibe Lei Leis Listas Maria Cláudia Medicina Meme Mineradores Modinha Mulheres Mundial Música Natal Nordeste Old On-Line Opções Opinião Orgulho Verde Orkut Palmada Paula Peito Piada Poder de Escolha Política Politicamente Correto Poupança Preço Justo Rafael Mascarenhas Redes Sociais Reencontro Rehab Relacionamentos Religião Resgate Roberta Ronaldo Rotina Sabrina Sato Sandy São Paulo Sapatos Senado Separatismo Serra Sociedade SP Steve Jobs Sucesso Tecnologia TOP10 Trabalho Tráfego Trânsito Troll Twitter União Ventilador Vício Vida Vídeo Videogame Violência Zé Augusto

Arquivo do blog

Online

  ©Cadê meu Dorflex? - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo